Ó… chegou a luz na praça!

Dia 25 de julho. Finalmente o problema foi resolvido. Não aguentava mais ver esse post no site. Dia 23 de julho. Atendente do 156 informou que hoje foi feita a avaliação da situação. A nova previsão de conserto dos postes de luz altos (pétalas) da praça ficou para o dia 02/08, quinta-feira da semana que vem. O problema de atraso ocorreu, segundo o atendente, devido a problemas com a empresa terceirizada contratada pela prefeitura para prestar esses serviços de manutenção. Vamos ver (se tiver luz para isso). Dia 14 de julho. Atendente do 156 informou que nem a avaliação do problema foi feita. Só depois disso é que inicia o prazo de 10 dias para reparos. Também informou que o pedido consta como "urgente". Próximo passo, se nesta semana não mudar o status do pedido: mobilizar vizinhos, amigos e comunidade para abrir uma série de chamados pelo 156. Tomara que não precisemos chegar a este ponto. Dia 10 de julho. Contato pelo 156 da prefeitura para ver como anda o atendimento ao protocolo (abaixo). O atendente informou que o prazo é de 15 dias para avaliação mais 10 dias para a realização do serviço. E seguimos acompanhando... Dados do pedido: Data do pedido: 27/06/2012 Protocolo: 1778501243 Prazo dado para solução*: 15 dias após o pedido, ou seja, no máximo até 12/07/2012 (esgotado faz tempo) Dia 26 de junho. Pedido inicial. Já se passam mais de duas semanas que a frente da praça, junto à Av. Heitor Vieira, está às escuras. Por estranhar esse longo prazo em que nada mudou no tradicional ponto de encontro de moradores de Belém, ligamos para o 156 da prefeitura com pedido de reparo nos postes de luz no dia 27/06/2012, quarta-feira. Aproveitando o contato, foi questionado ao atendente se ninguém mais havia solicitado o reparo dos postes acionando o serviço "Fala Cidadão" da Prefeitura Municipal de Porto Alegre - o que pode ser feito pelo telefone 156, pelo e-mail 156@falaportoalegre.com.br ou pelo site. Surpresa foi ficar sabendo que o último pedido relacionado à praça ocorreu somente em 2011. Imaginando que boa parte dos cidadãos desconheça o serviço e por isso ninguém o tenha utilizado, fica a dica: ligue para o 156, anote o prazo dado, a data de seu pedido e o protocolo, sempre que encontrar postes de iluminação de vias ou praças apagados. Se o prazo passar sem o devido atendimento, ligue novamente e informe o protocolo para reabrir o chamado e saber o que houve para o problema não ter sido resolvido. Iluminação pública é um dos serviços que pagamos com impostos e que deve ser prestado assim como qualquer outro.  

Comentários de Ó… chegou a luz na praça!

  1. Everton disse:

    Bom já estava mais do que na hora de voltar a iluminar nossa praça central, pois moradores locais reclamam da falta de luz nas praças e alegam que junto a sua conta de energia elétrica é cobrada uma taxa de iluminação pública para cobrir esse tipo de despesa, sendo que o serviço não estava em boas condições.

    Abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *